• ANP

Atraso em entrega de combustível é pontual, sem risco de desabastecimento, diz ANP

O fechamento de estradas provocou apenas atrasos pontuais no abastecimento de combustível e, segundo consulta da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aos agentes de distribuição, não há até o momento risco de desabastecimento no país, nesta quinta (9).


Grupos de apoio ao presidente Jair Bolsonaro, que querem a destituição de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), provocam o fechamento de estradas desde o fim dos atos do 7 de setembro em Brasília e outras capitais.


Segundo informações do Ministério da Infraestrutura e da Polícia Rodoviária Federal (PRF), bloqueios estão sendo desfeitos desde a noite de ontem (8).


“A ANP enviou, ontem à noite [quarta, 8], um ofício às distribuidoras de combustíveis pedindo que elas informassem se estão tendo problemas devido às paralisações de caminhoneiros, que acontecem em alguns pontos do pais. As informações recebidas até o momento (12hs de 9/9) não trazem nenhuma ameaça ao abastecimento de combustíveis”, informou a agência.


“Foram registrados alguns atrasos pontuais nas entregas, mas esses problemas estão sendo superados com a desobstrução das vias”, diz.


O Ministério de Minas e Energia (MME) também afirma monitorar a situação é não vê motivo para preocupação com desabastecimento.


Há relatos de corrida aos postos de combustíveis em algumas cidades, por medo de desabastecimento.

0 visualização0 comentário