• Novacana.com

Comerciantes de petróleo cortarão compras da Rússia a partir de 15 de maio

As principais tradings globais estão planejando reduzir as compras de petróleo e combustível das petrolíferas estatais russas a partir de 15 de maio, disseram fontes, para evitar entrar em conflito com as sanções da União Europeia à Rússia.

A UE não impôs uma proibição às importações de petróleo russo em resposta à invasão da Ucrânia pela Rússia, porque alguns países como a Alemanha são fortemente dependentes e não têm infraestrutura para trocar por alternativas.

Entretanto, as empresas estão encerrando as compras do grupo russo de energia Rosneft, pois buscam cumprir sanções existentes da UE que pretendiam limitar o acesso da Rússia ao sistema financeiro internacional, disseram as fontes.

A redação das sanções da UE isenta as compras de petróleo da Rosneft ou da Gazpromneft, que estão listadas na legislação, consideradas “necessárias para garantir o fornecimento crítico de energia” para a Europa.

Os comerciantes estão lidando com o que significa “necessário”, disseram as fontes. Isso pode abranger uma refinaria de petróleo que recebe petróleo russo através de um oleoduto, mas pode não abranger a compra e venda de petróleo russo por intermediários.

Tarders estão cortando as compras para garantir que estejam em conformidade até 15 de maio, quando as restrições da UE entrarão em vigor.

2 visualizações0 comentário