• Poder 360

Depois de paradas em refinarias, Petrobras aumenta produção de combustíveis

Para atender à crescente demanda das distribuidoras, a Petrobras aumentou o nível de utilização das suas refinarias e atingiu 87% da sua capacidade em novembro. Está 12 pontos percentuais acima dos níveis registrados no 2º trimestre de 2021 e 2 pontos percentuais acima do 3º trimestre.


A estatal informou ter investido cerca de R$ 2 bilhões em manutenção preventiva no seu parque de refino em 2021. Paradas programadas foram realizadas em diversas refinarias. As interrupções de operação se concentraram no 2º trimestre do ano, mas algumas ações foram realizadas no 3º.


Desde que foram concluídas as manutenções, a Petrobras aumenta a sua capacidade de produção. Em outubro e novembro, a média de produção mensal de gasolina nas refinarias saltou 17% em relação ao 2º trimestre. Já a produção de diesel ficou 8% maior no mesmo período em comparação com abril, maio e junho.


PLANO ESTRATÉGICO 2022-2026


A Petrobras pretende investir US$ 6,1 bilhões no refino nos próximos 5 anos, segundo seu Plano Estratégico 2022-2026, divulgado no dia 24 de novembro.


Um dos compromissos é ampliar a capacidade de produção, especialmente de derivados de alta qualidade, como o diesel S-10.


Para isso, o Plano Estratégico inclui projetos de expansão, como a conclusão da 2ª unidade da Refinaria Abreu e Lima, no litoral sul de Pernambuco. A capacidade de produção de diesel S-10 será elevada em 95.000 barris por dia.


Outro projeto de expansão é a integração entre a Reduc (Refinaria Duque de Caxias) e o GasLub Itaboraí, na região metropolitana do Rio de Janeiro. O objetivo da petroleira é aumentar a produção de derivados de alta qualidade e óleos básicos. A obra vai custar US$ 1,5 bilhão.


A petroleira também planeja construir uma nova unidade na Replan, em Paulínia, no interior de São Paulo.


Fonte: Poder 360.

1 visualização0 comentário