• EPBR

Negociação entre Petrobras e Ultrapar para Refap fracassa

A Petrobras anunciou nesta sexta (1/10) que fracassaram as negociações com Ultrapar para venda da Refinaria Alberto Pasqualini (REFAP), no Rio Grande do Sul. A empresa vai iniciar novo processo competitivo para essa refinaria.


“Apesar dos esforços envidados por ambas as empresas nesse processo, certas condições críticas não tiveram êxito para um acordo, optando-se pelo encerramento das negociações em curso, sem penalidades para nenhuma das partes”, informou em nota à imprensa.


A Ultrapar informou que condições críticas acabaram desequilibrando a equação de risco e retorno esperado. “Com isso, a Ultrapar informa que não irá renovar sua proposta vinculante, optando por encerrar as negociações em curso, sem penalidades para nenhuma das partes”, informou em nota.


A Refap tem capacidade para processar 208 mil barris/dia e a venda inclui dois terminais no Rio Grande do Sul e os oleodutos conectados à refinarias para escoamento dos derivados. A unidade é interliga às unidades industriais de Triunfo.


Segundo a Petrobras, os principais mercados estão no próprio Rio Grande do Sul, parte de Santa Catarina e no Paraná, além de ser possível atender a outros estados por cabotagem. Os produtos são diesel, gasolina, GLP, óleo combustível, querosene de aviação (QAV), solventes, asfalto, coque, enxofre e propeno.

0 visualização0 comentário