• Canal Rural

Produção de etanol de milho cresce 36% em 2021/22

O etanol de milho foi o grande diferencial na oferta do biocombustível na região Centro-Sul na safra 2021/22, garantindo o abastecimento em um ano marcado por forte quebra na colheita da cana.


Em coletiva de imprensa realizada na manhã desta quinta-feira, o diretor-técnico da União da Indústria da Cana-de-Açúcar (Unica), Antônio Pádua Rodrigues, destacou que a produção de etano de milho deve fechar a safra 2021/22 com produção de 3,5 bilhões de litros, elevação de 36% em relação aos 2,58 bilhões de litros registrados em 2020/21.


“Os números de produção de etanol anidro foram expressivos, garantindo o abastecimento e a oferta, não sendo necessárias mais importações daqui em diante, com números mais do que suficientes para o abastecimento interno até abril do próximo ano, garantindo o nível de adição de 27% na gasolina. É impressionante o esforço do setor para garantir a oferta de etanol anidro, com estoques mais do que adequados para a entressafra. Temos total tranquilidade em relação ao abastecimento”, disse Rodrigues.


Até primeiro de dezembro, os dois maiores estados produtores de etanol de milho foram o Mato Grosso, com 1,982 bilhão de litros, e Goiás, com 262 milhões de litros, conforme levantamento da Unica.


Fonte: Canal Rural

2 visualizações0 comentário